terça-feira, 25 de junho de 2019

Comissão especial da reforma da Previdência retoma a discussão de parecer

Comissão especial começa segundo dia de debate sobre reforma da Previdência

A comissão especial da reforma da Previdência na Câmara dos Deputados entra nesta terça (25) no terceiro dia de discussão sobre o parecer do relator, o deputado Samuel Moreira (PSDB-SP). A lista de parlamentares que desejam se manifestar no colegiado conta com 77 nomes.
Até a tarde desta segunda (24), deputados e partidos apresentaram 27 destaques ao relatório do parlamentar tucano. Desse total, 20 são destaques individuais e devem passar por uma avaliação preliminar de admissibilidade, sem necessidade de ser votado em separado. Os outros sete destaques são de partidos ou blocos.
Entre os destaques apresentados está o do Patriota de incluir guardas municipais em regras especiais de aposentadoria. O Pros tenta o mesmo para os vigilantes. O PL já apresentou um destaque paramanter as regras atuais para professores e no NOVO pede a eliminação do aumento da contribuição social (CSLL) sobre o lucro dos bancos. O bloco PP-MDB-PTB apresentou destaque para manter as regras atuais de cálculo dos benefícios previdenciários.

Julgamento de habeas corpus do ex-presidente Lula ficará para agosto



O julgamento de um habeas corpus do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pela 2ª Turma do Supremo Tribunal Federal, marcado para esta terça-feira, 25, não será concluído neste semestre. A defesa do petista argumenta no pedido que o ex-juiz Sergio Moro, hoje ministro do governo Bolsonaro, atuou com parcialidade no processo que culminou em sua condenação no processo do tríplex do Guarujá. Informações da Veja.
Embora esteja pautado para esta terça, o habeas corpus de Lula é o último item da lista elaborada pela ministra Cármen Lúcia, que assumiu recentemente a presidência do colegiado. Só o voto do ministro Gilmar Mendes tem 40 páginas e a avaliação é que não haverá tempo de concluir a análise na mesma sessão, uma vez que há onze itens antes do HC.

Presidente da FIA, Todt diz que “Schumacher está muito bem amparado e continua lutando”



Michael Schumacher luta pela vida há quase cinco anos e meio, desde quando sofreu o grave acidente na estação de esqui em Méribel, nos Alpes Franceses. Desde então, sua condição clínica é mantida sob sigilo pela família, e apenas poucas pessoas têm acesso ao heptacampeão. Uma delas é seu ex-chefe nos tempos de Ferrari, Jean Todt, atualmente presidente da FIA (Federação Internacional de Automobilismo).
Naturalmente, Todt é constantemente perguntado sobre a atual condição de Schumacher. Não foi diferente em Paul Ricard, palco do GP da França de F1 do último domingo. Contudo, em resposta à emissora local ‘RMC Sport’, o dirigente francês se limitou a dizer poucas palavras.
“É algo muito privado. Michael está muito bem amparado, vive com sua família, na sua casa, entre Genebra e Lausanne. Continua lutando. É a única coisa que posso dizer no dia de hoje”, disse.
Schumacher segue em tratamento intensivo em sua casa, localizada em Gland, no extremo oeste da Suíça e próxima à fronteira com a França.
Recentemente, a organização do GP de Abu Dhabi anunciou que vai promover o leilão de uma Ferrari F2002, carro com o qual Schumacher conquistou o pentacampeonato do Mundial de F1. A ação tem como objetivo angariar fundos para a fundação criada pela família Schumacher, que tem como nome ‘Keep Fighting’ [Continue Lutando, em tradução livre].

Ministro da Justiça Sergio Moro adia ida à Câmara para falar sobre troca de mensagens



O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, anunciou nesta segunda-feira (24) que, devido a sua viagem aos Estados Unidos, não comparecerá à audiência pública que as comissões de Trabalho, Administração e Serviço Público e de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados realizará nesta quarta-feira (26), em Brasília. As informações são da Agência Brasil.
O ministro já se colocou à disposição para participar da audiência em outra data a ser definida.
Moro viajou para os Estados Unidos no último fim de semana e só deve retornar ao Brasil na quarta-feira. Em nota divulgada na sexta-feira (21), a assessoria do ministério explicou que a missão oficial inclui uma série de visitas a órgãos de segurança e inteligência norte-americanos, como a Divisão de Operações Especiais da DEA (administração de repressão às drogas, em tradução livre) e ao Centro de Operações de Narcoterrorismo. Moro ainda conhecerá as instalações da patrulha de fronteira entre EUA e México e o centro de inteligência de El Paso, cidade fronteiriça localizada no estado norte-americano do Texas.
Segundo a assessoria da pasta, o intuito da viagem do ministro é “reunir experiências e boas práticas para fortalecer as operações integradas no Brasil” e combater o crime organizado e os crimes transfronteiriços. Viajaram com Moro o diretor-geral da Polícia Federal (PF), Maurício Valeixo, o diretor executivo da Polícia Rodoviária Federal (PRF), José Lopes Hott Junior, e o diretor de Investigação e Combate ao Crime Organizado da PF, Igor Romário de Paula.
Proposto pelos deputados Marcio Jerry (PCdoB-MA) e Rogério Correia (PT-MG), vice-líderes dos respectivos partidos de oposição, o convite a Moro tinha o objetivo de obter esclarecimentos sobre as notícias que vêm sendo publicadas pelo site jornalístico The Intercept Brasil, em parceria com o jornal Folha de S.Paulo e do programa O É Da Coisa, transmitido pela rádio BandNews FM.
Desde o início do mês, o The Intercept vem divulgando trechos de supostas conversas que Moro teria mantido com integrantes da força-tarefa da Lava Jato quando ainda era juiz da 13ª Vara da Justiça Federal, em Curitiba, onde é julgada parte dos processos da Lava Jato.
O ministro tem afirmado, repetidas vezes, que as mensagens veiculadas pela imprensa foram tiradas de contexto e podem ter sido adulteradas. Moro afirma que usava o aplicativo de mensagens Telegram para “agilizar” os contatos com procuradores da força-tarefa da Lava Jato necessários à execução de procedimentos legais e que suas conversas não revelam nenhuma ilegalidade, tendo sido obtidas “criminosamente” por hackers que interceptaram as comunicações de autoridades.
Já o Intercept afirma ter recebido de uma fonte anônima um imenso arquivo contendo mensagens em texto e áudio. A equipe de jornalistas do site garante ter apurado a veracidade das informações. Para os jornalistas, as conversas indicam que Moro infringiu o código da magistratura ao ajudar os procuradores da República a instruirem o processo penal, sugerindo a ordem de deflagração de operações policiais da Lava Jato e indicando testemunhas a serem ouvidas pela acusação. O site diz que não revelará a origem das mensagens. A Constituição Federal reserva a todo jornalista o direito de não revelar suas fontes de informações.
Na semana passada, Moro passou mais de oito horas falando sobre o assunto aos membros da Comissão de Constituição e Justiça do Senado. O ministro disse várias vezes que não se recordava das mensagens, colocando em dúvida a autenticidade delas. Ele disse ainda não ter apego ao cargo e que, se que houver qualquer irregularidade comprovada, ele deixará a função.

Com aumento zero para servidores do Executivo, Assembleia diz que não votará reajuste para demais poderes



Em meio à ameaça de greve dos servidores públicos estaduais do Executivo a partir dsta terça-feira (25), o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ademar Traiano (PSDB), confirmou nesta segunda (24) que já recebeu os projetos de reposição salarial dos funcionários do Tribunal de Justiça, Ministério Público e Tribunal de Contas do Estado, de 4,94%, relativa à inflação de abril de 2017 a maio de 2018.
Traiano afirmou, porém, que se o governo do Estado mantiver a decisão de reajuste zero para os servidores do Executivo, não vai colocar a reposição dos funcionários dos demais poderes - incluindo do Legislativo - em votação.

Estados Unidos buscam formação de coalizão internacional contra o Irã

EUA divulgam possível prova contra o Irã por ataque a petroleiro

O secretário de Estado americano, Mike Pompeo, inicia nesta segunda (24) viagem ao Oriente Médio com o objetivo de formar uma coalizão internacional contra o Irã, após o acirramento das tensões nos últimos dias entre os dois países.
Pompeo visitará a Arábia Saudita e os Emirados Árabes Unidos, aliados sunitas de Washington que temem o aumento da influência do Irã, país de maioria xiita. A passagem do secretário de Estado por Jedá e Abu Dhabi foi marcada às pressas na semana passada, na esteira de uma viagem marcada à Índia e antes de se juntar ao presidente dos EUA, Donald Trump, em sua próxima visita ao Japão, para a cúpula do G20, e Coreia do Sul.
A viagem de Pompeo para o Oriente Médio foi anunciada já pouco antes de sua partida, o que é um sinal de que as preparações ocorreram às pressas devido à imprevisibilidade dos desdobramentos da crise com o Irã. Na semana passada, Trump chegou a autorizar um ataque militar ao Irã, mas voltou atrás em cima da hora.

Editais para leilão da CBTU e da Trensurb estão previstos para 2021

Editais para leilão da CBTU e da Trensurb estão previstos para 2021

O Conselho do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) da Presidência República, em resolução nº 60, de 8 de maio deste ano, publicada no Diário Oficial da União desta segunda-feira (24) opina pela qualificação da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) e da Empresa de Trens Urbanos de Porto Alegre S.A. (Trensurb) no âmbito da PPI e do Programa Nacional de Desestatização (PND).
De acordo com o documento, a publicação do edital para o leilão da CBTU está prevista para o segundo semestre de 2021, com o leilão devendo ocorrer no primeiro semestre de 2022. O da Trensurb, a publicação deverá ocorrer no primeiro semestre de 2021 e o leilão para o segundo semestre do mesmo ano.
A resolução diz ainda que a decisão que opina sobre a qualificação das duas empresas se baseou, entre outros motivos considerados, na importância de ampliar as necessidades de investimentos e emprego no país e de estimular o crescimento da economia por meio de ações que ampliem e melhorem a infraestrutura e os serviços voltados para a população. (ABr)

Supercomputador dobra capacidade de processamento de dados geofísicos da Petrobras

Supercomputador dobra capacidade de processamento de dados geofísicos da Petrobras

O supercomputador Fênix, da Petrobras, foi listado entre os 500 maiores do mundo e é o maior da América Latina. A lista da organização Top500.org coloca o Fênix na 142º posição. O ranking é montado de acordo com a performance da capacidade de processamento de dados das máquinas.
O computador conta com 55.296 gigabytes de memória e Central Processing Unit (CPU) com 48.384 núcleos de processamento. Foi feito pelo fabricante multinacional de origem francesa Bull, o que dobra a capacidade de processamento de dados geofísicos da Petrobras. Segundo o gerente geral de Geofísica da empresa, Jonilton Pessoa, figurar na lista é importante para mostrar que a estatal se mantém atualizada tecnologicamente.
“Na licitação, nós especificamos a capacidade que a gente queria para processar o nosso algoritmo. A lista [Top500] vai dar nos um dimensionamento quanto ao nível de participação nossa no cenário mundial. Para a América Latina, somos os primeiros. Então, a gente é uma companhia que tem uma capacidade de processamento adequada para o tamanho que ela é”, disse.

segunda-feira, 24 de junho de 2019

Governo quer conceder 16 mil quilômetros de rodovias à iniciativa privada

Governo quer conceder 16 mil quilômetros de rodovias à iniciativa privada

O governo federal pretende transferir 16 mil quilômetros (km) de rodovias para a iniciativa privada por meio de concessões, disse hoje (24) o ministro da infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas. Em um encontro com empresários no Rio de Janeiro, ele afirmou que praticamente toda a malha viária do estado deve ser concedida à iniciativa privada, incluindo o Arco Metropolitano e a Rodovia Rio-Santos.
Freitas afirmou que a nova concessão da Rio-Teresópolis será feita incluindo o Arco Metropolitano, e a nova concessão da Rio-Juiz de Fora (BR-040) vai contemplar as obras na subida da serra, em Petrópolis.
O ministro também adiantou que a licitação da Dutra (BR-116) vai incluir obras da nova descida da Serra das Araras como investimento obrigatório. O leilão da BR-116 está previsto para o ano que vem, e o vencedor vai operar a partir de 2021.

Fã dá carteira de trabalho para Thiago Silva autografar

Thiago Silva assinando carteira de trabalho de fã ao embarcar para Arena Corinthians (Foto: Reprodução YouTube)

Thiago Silva talvez tenha passado por uma das cenas mais inusitadas com fãs durante toda sua carreira no último sábado (22). Ao sair de hotel onde a seleção brasileira estava concentrada para jogo diante do Peru, valido pela Copa América, o zagueiro da seleção brasileira assinou carteira de trabalho de torcedor antes de entrar no ônibus que ia à Arena Corinthians.

O vídeo foi publicado pelo perfil da CBF no YouTube nesta segunda-feira (24). Além do item (completamente) inusitado para esta ocasião, o fã segurava um cachorro no colo. O time comandado por Tite goleou a seleção peruana por 5x0, com gols de Casemiro, Roberto Firmino, Éverton Cebolinha, Daniel Alves e William, e se classificou para o mata-mata da competição com sete pontos na primeira colocação do grupo A.

Advogado nega que filho de Flordelis tenha admitido ter dado seis tiros no padrasto

Flávio dos Santos foi preso após o enterro de Anderson do Carmo. De acordo com a Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo, ele admitiu ter atirado contra o padrasto

O advogado Anderson Rollemberg, um dos responsáveis pela defesa de Flávio dos Santos, suspeito de ter participado da morte do padrasto, Anderson do Carmo, na madrugada do último dia 16, afirmou na tarde desta segunda-feira que o seu cliente, em momento algum, admitiu em depoimento aos policiais que atirou seis vezes contra o pastor. Há dias, a Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo o tem no radar como suspeito e afirma oficialmente que ele assumiu participação no crime.
— Existe um depoimento em que em tese ele teria prestado e confessado o crime. Mas ele negou que tenha feito qualquer confissão, que tenha dito que teve qualquer participação no crime. A autoridade policial diz que ele confessou, mas ele nega. A defesa técnica vai avaliar tudo para tomar as providências — afirmou Rollemberg.
Ele garante que o que há no depoimento não condiz com a verdade.
— Se a confissão existe, já estou dizendo que não é idônea. Não condiz com a verdade. Se há uma assinatura neste depoimento, quem nos garante que ele assinou por lvire e espontânea vontade? — concluiu.

Consumidores brasileiros esperam inflação de 5,4% nos próximos 12 meses

Inflação desacelera para todas as classes sociais, aponta o Ipea

A expectativa mediana dos consumidores brasileiros para a inflação nos próximos 12 meses ficou em 5,4%, segundo pesquisa feita pela Fundação Getulio Vargas (FGV) neste mês.
O percentual é o mesmo registrado pela pesquisa de maio deste ano. Em junho do ano passado, no entanto, a taxa havia ficado em 5,2%.
A pesquisa é feita com base em entrevistas com consumidores brasileiros, que respondem à pergunta: “Na sua opinião, de quanto será a inflação brasileira nos próximos 12 meses?”.
A inflação oficial, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), acumulava, em maio deste ano, taxa de 4,66% em 12 meses. (ABr)

TST pune quem tenta não contratar pessoas com antecedentes criminais

DESPENCA O NÚMERO DE AÇÕES TRABALHISTAS EM TODO O PAÍS. E ISSO É ÓTIMO.

A Primeira Turma do Tribunal Superior do Trabalho condenou a Alpargatas a indenizar em R$ 5.000 por danos morais um trabalhador que precisou apresentar certidão de antecedentes criminais para ser contratado.
Na decisão, de 29 de maio, a Turma seguiu o entendimento de um órgão do TST, responsável por padronizar jurisprudências, que considera a exigência da certidão discriminatória e passível de indenização, independentemente de o candidato ter sido contratado ou não.
A decisão enumera algumas exceções em que pedir o documento é legítimo: “Quando amparada em expressa previsão legal”, isto é, em legislações específicas de categorias profissionais, ou “em razão da natureza do ofício ou do grau especial de fidúcia exigido”.
O tribunal cita como exemplo empregados domésticos, cuidadores de menores, idosos ou deficientes, motoristas de carga, bancários e trabalhadores que atuam com substâncias tóxicas, entorpecentes e armas, entre outros.
No processo, Victor Gomes Chagas Neto, 26, afirmou que a conduta da empresa havia violado sua intimidade e dignidade. À Folha de S.Paulo disse que se sentiu constrangido. “Achei estranho, porque quem está procurando emprego é um bom cidadão, né?”, questiona.
Ele diz que não havia registro criminal na sua certidão. Foi contratado e trabalhou por pouco mais de um ano, até 2013, na fábrica da empresa em Campina Grande (PB) –na cidade, a Alpargatas faz a sandália Havaianas.
Neto era operador de uma máquina de pintar chinelos.
No processo, o advogado dele, Dirceu Galdino Barbosa Duarte, afirmou que o pedido da certidão era uma prática comum –ele mesmo disse defender outros trabalhadores em casos iguais.
A decisão do TST cita outro processo contra a Alpargatas, pelo mesmo motivo.
“A empresa alega que não importava o teor da certidão, eles contratavam independentemente disso. Mas, se não importasse, eles não exigiriam o documento”, diz Duarte.
Procurada, a Alpargatas disse que não comenta decisões judiciais.
A questão não é consensual.
Antes de o caso chegar ao TST, o Tribunal Regional do Trabalho da 13ª Região (PB) julgou improcedente o pedido de indenização.
Para o TRT, a certidão é um documento público, “obtido por via de site do órgão emissor, sem restrições de qualquer natureza”. Assim, pedi-lo não representaria, segundo o TRT, “invasão de privacidade, violação da intimidade ou ato lesivo à honra”.
O tribunal regional afirmou que a discriminação não ficou comprovada, já que a medida tinha “caráter abrangente e impessoal”, e o funcionário foi contratado.

Confissão de propina pode fazer a Inframérica perder o aeroporto de Brasília

Confissão de propina pode fazer a Inframérica perder o aeroporto de Brasília

Ex-chefe da Engevix e ex-CEO da Inframerica, José Antunes Sobrinho admitiu em delação à Polícia Federal, em 2018, haver pago propina de R$1 milhão ao Coronel Lima, amigo do ex-presidente Michel Temer, para obter a concessão do Aeroporto de Brasília. Isso pode anular o contrato de concessão do aeroporto, segundo a Lei Anticorrupção e o contrato da Inframerica com a União e agência reguladora Anac, que determina sua “caducidade” em caso de envolvimento com corrupção. 
O artigo 13.17.3 (Seção III) do contrato entre Inframerica e União prevê sua “caducidade” (a perda do valor) em casos de fraude ou corrupção.
A Lei Anticorrupção (12.846/13) prevê multas e proíbe empresas enroladas em corrupção de contratar com o Poder Público.

O artigo 5°da Lei Anticorrupção prevê a punição no caso de “vantagem indevida a agente público”, como confessou o ex-CEO da Inframerica.
A Inframerica informou desconhecer o teor da delação e diz que não vai comentar. Mas garante observar todas as regras internas e as leis.

MP apura esquema de sonegação do agronegócio que gerou perdas de R$ 1,5 bilhão



Operador de trator na pequena cidade de Unaí (MG), Vilmar Gomes da Silva, de 36 anos, vivia com pouco mais de um salário mínimo em uma casa financiada pelo programa Minha Casa Minha Vida . Apesar de nunca ter sido agricultor, foi surpreendido por uma fiscalização da Receita Federal no ano passado. As informações de Aguirre Talento do O Globo.
Os auditores queriam saber como ele havia vendido R$ 34 milhões em grãos sem declarar impostos. Vilmar respondeu que não era agricultor, nunca vendeu grão e o melhor do seu patrimônio era uma bicicleta.
A Receita descobriu, então, que Vilmar e outras 22 pessoas foram usadas como laranjas por esquema bilionário de sonegação fiscal, capitaneado por produtores rurais de Minas Gerais , mas que pode ter alcançado ao menos 12 estados e o Distrito Federal .

Onyx em fritura amigável “a la Bolsonaro”



Como Jair Bolsonaro gosta de Onyx Lorenzoni, o ministro da Casa Civil está sendo “fritado” à moda antiga, por meio do esvaziamento de atribuições e relevância. É a fritura amigável “a la Bolsonaro”, um presidente que prefere demitir em praça pública. 
Ele perdeu a subchefia de Assuntos Jurídicos, agora na Secretaria Geral, e secretaria da articulação política (Separ) ficará agora subordinada, que vexame, a alguém inexperiente no ramo: general Luiz Eduardo Ramos, novo ministro da Secretaria de Governo. Bolsonaro não o demitirá, mas aceitaria prontamente sua exoneração. 
Se Onyx deseja ficar, o presidente não se importa, não o quer humilhado. Mas um pedido de demissão seria aceito sem demora.

Mulher grávida é morta por vizinhos; polícia fala em "motivo torpe"

Resultado de imagem para gravida

Uma jovem de 20 anos que estava grávida de três meses foi morta na tarde da última quarta-feira (19 de junho) em Cascavel, no Oeste do Paraná. Laís Jenifer Marcelino estava em sua casa, na Rua Marfim no Bairro Melissa, quando suspeitos invadiram a residência e atiraram contra ela, que foi baleada na cabeça e acabou morrendo dentro de uma ambulância.
Os principais suspeitos do crime são dois vizinhos da mulher, ambos irmãos com 17 e 34 anos de idade. O menor de idade chegou a resistir à prisão e ameaçou aos policiais, dizendo ser membro do Primeiro Comando da Capital (PCC) e que iria "terminar o serviço" matando também o namorado da vítima, que foi quem denunciou os dois responsáveis pelo homicídio.
A principal suspeita éque o crime tenha sido motivado por um desentendimento anterior - a Polícia Militar, inclusive, fala em motivo torpe para o episódio. As desavenças entre os vizinhos teria começado há alguns dias, por conta de questões como a presença de crianças brincando no pátio - além de estar grávida, Laís já era mãe de outras duas outras crianças, com dois anos e meio e nove meses de idade.
Até o momento a polícia não localizou a arma do crime. Os irmãos, contudo, confessaram serem os autores do homicídio e disseram ter se desfeito da arma de fogo que tirou a vida de Laís.

Motorista é preso com 800 caixas de cigarros contrabandeados em Guaíra

Cigarros estavam escondidos no baú de um caminhão, em Guaíra  — Foto: Divulgação/PF

Mais de 800 caixas de cigarros contrabandeados do Paraguai foram apreendidas dentro de um caminhão na madrugada deste sábado (22) em Guaíra, na região oeste do Paraná.

Segundo o Batalhão de Polícia de Fronteira (BPFron),ao ser abordado, o motorista confessou o transporte da carga ilícita e foi preso em flagrante.

Os materiais apreendidos e o preso foram encaminhados à delegacia de Polícia Federal, para os procedimentos de praxe.
Jovens se enjaulam diante da ONU em repúdio a política imigratória dos EUA

Centros de imigração no México estão cada vez mais sujos e superlotados à medida que autoridades aumentam o número de detenções de imigrantes tentando chegar aos Estados Unidos, com muitos dos detidos definhando por semanas em meio à negligência médica, segundo detentos, advogados e grupos de direitos de imigrantes.

entros de imigração no México estão cada vez mais sujos e superlotados à medida que autoridades aumentam o número de detenções de imigrantes tentando chegar aos Estados Unidos, com muitos dos detidos definhando por semanas em meio à negligência médica, segundo detentos, advogados e grupos de direitos de imigrantes.

Deputada cita calúnias e defende filhos após morte de marido



A deputada federal Flordelis (PSD-RJ) usou as redes sociais para se defender de acusações envolvendo a morte do marido, o pastor evangélico Anderson do Carmo, 49 anos, no último domingo (16). Em seu perfil no Instagram, a parlamentar disse que vem sendo alvo de calúnias e notícias confusas relacionadas ao assassinato de Anderson.

"A semana me passou a ideia de que o tempo parou. A dor é enorme, pela perda e pelas calúnias e notícias confusas que, a cada minuto, cada minuto mesmo, brotam sabe-se lá de onde. Já falaram ter sido um crime passional, já disseram ser um crime por dinheiro, já incluíram a infidelidade", defendeu-se, na rede social.

Na postagem, Flordelis se diz atordoada com a perda de Anderson. "Faz uma semana que perdi meu marido. Quem conheceu a minha vida com ele imagina a falta que ele me faz e pode imaginar o quanto estou atordoada. Mas, sou forte. Deus me fortalece. Por isso, não perco a fé", desabafou.

Ela também se manifestou sobre os dois filhos do casal que estão com a prisão temporária decretada por 30 dias pela Justiça. Flávio dos Santos Rodrigues, 38 anos, já confessou à polícia que foi ele quem matou o pai adotivo. Ele é filho biológico apenas de Flordelis. Já um dos filhos adotivos do casal, Lucas Cézar dos Santos Souza, 18 anos, foi quem comprou a arma usada no crime.

"Acusam meus meninos, mas eu tenho esperança de os acusadores estarem errados e quero muito confiar na Justiça. É uma dor, às vezes, insuportável. O crime aconteceu na nossa casa e isso me faz reviver aquele momento trágico cada minuto em que estou presente", avaliou. Flordelis tem 55 filhos, sendo 51 adotados.

A parlamentar foi convocada a depor amanhã (24) na Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo, que investiga a morte do pastor. "Na segunda-feira, serei ouvida pela polícia. O primeiro depoimento, como manda a lei. Já fiz isso várias vezes. A primeira, poucas horas após o crime. Sem direito ao luto", explicou no texto postado no Instagram.

A deputada federal disse também que, no dia seguinte ao depoimento, vai conversar com os jornalistas. "Na terça-feira (25), à tarde, falarei com a imprensa. Um calvário necessário, para ver se consigo aplacar as insinuações, as dúvidas que criam versões desencontradas. Quem sabe, conseguirei? Peço as orações, mesmo daqueles que, sem conhecer a história, me condenam e condenam meus filhos".

domingo, 23 de junho de 2019

Brasil luta muito, mas perde para a França e dá adeus à Copa do Mundo feminina

Marta, diante da França: Brasil era azarão, mas fez jogo equilibrado

O sonho do título da Copa do Mundo feminina acabou para o Brasil. O time foi derrotado pela França por 2 a 1, na prorrogação, na tarde deste domingo (23), pelo horário de Brasília. A partida foi em Le Havre – a França é o país-sede da competição – e era válida pelas oitavas de final.
Com o resultado, a seleção brasileira volta para casa, ao cair nas oitavas de final do Mundial. Já a França vai enfrentar as vencedoras do duelo entre Estados Unidos e Espanha, que jogam nesta segunda-feira (24).
O gol que decidiu o confronto saiu apenas no segundo tempo da prorrogação, com Henry, na jogada forte da França – a bola cruzada à área. No tempo normal, Gauvin abriu o placar e Thaísa empatou a partida, pouco depois.
No confronto, o Brasil era considerado azarão diante das donas da casa. Segundo sites de apostas, a expectativa da França ganhar era de 71%, contra 15% das brasileiras e 14% de dar empate no tempo normal e na prorrogação.
Na fase de grupos, o Brasil conseguiu duas vitórias – sobre Jamaica (3 a 0) e Itália (1 a 0) – e uma derrota (2 a 3 para a Austrália). Os resultados deixaram a seleção brasileira em 3º no grupo C, atrás de Itália e Austrália. A classificação veio porque o time ficou entre os quatro melhores terceiros colocados dentre os seis grupos da Copa.
História
Até hoje, o Brasil chegou apenas duas vezes entre as quatro melhores equipes da Copa do Mundo feminina. Em 1999, o time ficou em terceiro lugar, ao derrotar a Noruega nos pênaltis (5 a 4). Em 2007, a seleção brasileira perdeu o título para a Alemanha, ao ser derrotada por 2 a 0 na decisão. A atacante Marta, que soma 17 gols em Copas do Mundo, perdeu um pênalti quando o jogo ainda estava 1 a 0.
Jogo
O Brasil escapou de levar um gol no primeiro tempo graças ao VAR, o árbitro de vídeo. Aos 26 minutos, Diani passou por Tamires no lado esquerdo da defesa brasileira e cruzou. Gauvin trombou pelo alto com a goleira a Barbara, que havia saído no lance, e desviou para o gol vazio. Após checar o lance no vídeo, a árbitra anulou o gol, apontando falta da francesa na goleira brasileira.
Apesar do susto, no geral o Brasil conseguiu marcar bem a França, principalmente nas bolas altas. No ataque, Debinha fez boas jogadas. No melhor lance brasileiro, a brasileira partiu em velocidade e acabou desarmada, mas a bola caiu para Cristiane, que invadiu a área e bateu cruzado, rasteiro. A goleira francesa Bouhaddi defendu com o pé.
A jogada do gol anulado da França se repetiu na etapa final e dessa vez as francesas marcaram. Aos 7 minutos, Diani deixou Tamires para trás e cruzou rasteiro. A bola passou por Barbara e Gauvin, na pequena área, tocou para o gol vazio. O Brasil quase empatou aos 8. Marta cobrou falta da esquerda e Cristiane cabeceou no travessão.
Aos 18 minutos, Thaísa bateu cruzado e empatou, após bola rebatida pela zagueira francesa Renard. Num primeiro momento, a árbitra anulou, marcando impedimento de Debinha, que havia cruzado a bola. Mas confirmou o gol depois da consulta ao árbitro de vídeo (VAR). Depois disso, as brasileiras ainda levaram sufoco nas bolas altas da França. Aos 41 minutos, Tamires recebeu e marcou o segundo gol brasileiro, mas a árbitra flagrou impedimento e anulou.
Prorrogação
Logo no início da prorrogação, a atacante Cristiane tentou um chute do meio-de-campo e sentiu uma lesão na perna esquerda. Foi substituída por Geyse. Mesmo assim, o time segurou a pressão e ainda teve a melhor chance de gol. Debinha foi lançada em velocidade, entrou na área e tocou na saída de Bouhaddi, mas a zagueira Mbock Bathy salvou quase em cima da risca.
Mas a França marcou o segundo gol no primeiro minuto da etapa final da prorrogação. Majri cobrou falta pelo lado direito e Henry apareceu livre na pequena área para tocar à esquerda da goleira Barbara. Com isso, a seleção brasileira teve que ir para cima, em busca do empate, e ficou à mercê dos contra-ataques franceses. Diani quase marcou o terceiro gol, mas errou. O Brasil não conseguiu reagir e acabou eliminado.

ROSÁRIO DO IVAÍ...........Faleceu o pioneiro José Dias

A imagem pode conter: 1 pessoa, em pé

Faleceu as 18 horas desse sábado dia 22 de junho o pioneiro José Dias Pereira, seu velório esta sendo realizado na capéla do plano aliança e o sepultamento será as 16 horas de hoje no cemitério municipal.



Criança morre afogada em um tanque de peixes desativado em Santo Inácio

Menino se afogou em um tanque de peixes desativado em Santo Inácio — Foto: Samu/Divulgação

Um menino, de 8 anos, morreu afogado após cair em um tanque de peixes desativado de um pesqueiro em Santo Inácio, no norte do Paraná, na tarde deste sábado (22). De acordo com a Polícia Militar (PM), o acidente ocorreu por volta das 13h30.

Testemunhas disseram à polícia que Ryan Gabriel Ribeiro de Souza brincava com uma pipa quando escorregou e caiu no reservatório.

Moradores chamaram o Corpo de Bombeiros de Maringá que se deslocou até a cidade para realizar as buscas.

Segundo a PM, a criança ficou cerca de uma hora debaixo d'água até ser encontrada. O helicóptero do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) se deslocou para auxiliar no atendimento a vítima.

Os socorristas tentaram reanimar o menino por quase 40 minutos, mas ele não resistiu.

O corpo foi levado ao Instituto Médico-Legal (IML) de Maringá

Paraná registra pelo menos um caso de violência contra morador de rua por dia



O Ministério da Saúde registrou 17.386 casos de violência em que a motivação principal foi a condição de situação de rua da vítima entre 2015 e 2017 no Brasil. A fonte dos dados é o boletim epidemiológico da Secretaria de Vigilância em Saúde, divulgado neste mês, baseado nos registros do Sistema de Informação de Agravos de Notificação, ferramenta do Sistema Único. A pesquisa mostra o Paraná em quarto lugar no triste ranking nacional, com 1249 casos em três anos, sendo 486 em 2015, 334 em 2016 e 429 em 2017- praticamente um caso por dia. O Paraná fica atrás da Bahia, com 1432 casos, São Paulo com 3500 casos e Minas Gerais, o estado campeão de ocorrências, com 5054. O Estado lidera com folga na Região Sul, já que Santa Catarina teve 636 casos e Rio Grande do Sul, 763. Os organizadores do levantamento alertam, contudo, que para a subnotificação de casos, portanto os números reais devem ser bem maiores. Até porque trata-se de um grupo em extrema vulnerabilidade, com pouco acesso à informação, que sofre preconceito e, não raro, é atendido apenas e casos graves.
De acordo com o levantamento, Curitiba teve nos três anos 40 casos de violência contra a população de rua,  sendo 11 casos em 2015, 12 em 2016 e 17 em 2017, deixa a capital em décimo segundo no ranking nacional.
Segundo a pesquisa do Ministério da Saúde, negros e pardos (54,8% do total), jovens entre 15 e 24 anos (38,1%) e heterossexuais (65,2%) são os principais grupos atingidos. Apesar das mulheres serem minoria nas ruas, segundo censos e levantamentos junto a esse público, elas representam 50,8% das vítimas. A principal violência sofrida é a física, que foi relatada por 92,9% dos casos notificados, enquanto a psicológica e moral atingiu 23,2% dos casos, a sexual, 3,9%, e a tortura, 3,8% – lembrando que mais de um abuso pode ter acontecido simultaneamente. A maior parte dos autores da violência é desconhecida (37%), seguida de amigos ou conhecidos (33,7%), familiares (6,1%) e o atual parceiro (5,4%).
Cerca de 7% das notificações são de lesões autoprovocadas, o que inclui tentativas de suicídio ou autoagressões. "Uma das hipóteses que pode justificar a alta frequência de notificação das lesões autoprovocadas é a exposição constante aos fatores de risco para o sofrimento psíquico entre as pessoas em situação de rua. O uso abusivo de álcool e/ou outras drogas, o desemprego, as ameaças e violências, assim como a fragilidade das redes de apoio, podem predispor esta população ao adoecimento mental e ao sofrimento psíquico – fatores de risco para morte autoprovocada", diz trecho do boletim.
A chegada  do inverno, que reduz a temperatura principalmente nas regiões Sudeste e Sul do país, aumenta o número de casos de pessoas em situação de rua vítimas de hipotermia.

Dono da Havan pede ao SBT a demissão de Sheherazade, e jornalista promete processá-lo



O dono da Havan, Luciano Hang, comprou uma briga com a apresentadora Rachel Sheherazade nesta sexta-feira (22). Ele usou as redes sociais para elogiar Silvio Santos pela decisão de reduzir a equipe de jornalismo da emissora e ainda disse que só faltava Sheherazade entrar na lista dos dispensados. 
"O jornalismo da grande mídia está todo contaminado com ideologias comunistas que destroem o nosso Brasil. Parabéns Silvio Santos", escreveu Hang em referência à notícia de que SBT anunciava o fim do jornalístico SBT Notícias, e que toda a equipe do programa tinha sido demitida. "Ainda falta mais gente para você demitir. Raquel é uma delas", completou. 
O empresário é conhecido por apoiar o atual do presidente Jair Bolsonaro (PSL), e Sheherazade tem publicado vídeos e textos em suas redes sociais em oposição ao governo. Se no passado ela teve seu nome associado à direita, hoje, ela critica duramente a presidência. 
A jornalista não demorou a responder ao empresário:  "Já está registrado! Empresário chantageia a emissora onde trabalho e ainda vem à público pedir cabeça de jornalista. Já vi esse filme antes. Mas, agora, vai ter processo", afirmou.
Intimado pelo Twitter, Hang ironizou ao dizer que não pediu a cabeça da jornalista em momento algum. "Cada um faz o que quiser na sua empresa, mas caso aconteça alguma coisa, você pode trabalhar na TV Estatal Cubana Cubavisión lugar Otimo para quem pensa como você. Abraço do veio da Havan".

Criminalização do caixa dois na pauta da CCJ



Um dos três projetos do pacote anticrime — o que trata da criminalização do caixa dois — estará na pauta da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) na semana que vem, informou a presidente do colegiado, senadora Simone Tebet (MDB-MS), ao encerrar a audiência pública desta quarta-feira (19) com o ministro da Justiça, Sergio Moro.
Já fizemos uma audiência pública sobre o projeto maior, sob a relatoria do senador Marcos do Val [Cidadania-ES], então estamos na mesma linha e mesmo sentido — disse Simone.
O que queremos são leis firmes, justas e que possam atender interesses maiores da sociedade brasileira — afirmou a senadora.

Mulher é morta por levar doce em vez de salgado a festa junina


Imagem relacionada

Uma dona de casa de 25 anos foi assassinada com três tiros no rosto pelo fato de ter levado um bolo em uma festa junina. O crime ocorreu na noite do último dia 15 em Sete Barras (203 km de SP).
Segundo a polícia, Vanderléia Inácio dos Santos teria combinado de levar salgados ao evento. Porém, acabou levando um bolo, o que provocou uma discussão com o acusado pelo crime, um homem de 47 anos.
Ambos discutiram em um bar, segundo uma testemunha disse à polícia. Após o entrevero, o acusado foi até seu carro, pegou uma arma de fogo e atirou em Vanderléia. O homicídio ocorreu na frente dos quatro filhos da vítima. As crianças contam com 8, 6 e 4 anos, além de um bebê de 10 meses. O atirador fugiu em seguida.
O acusado se apresentou à polícia na quarta-feira (19). Ele não foi preso, pois o limite de tempo para sua prisão em flagrante já havia sido ultrapassado.
O caso foi registrado como homicídio qualificado na delegacia da cidade.

Bebê nasce dentro de carro de aplicativo de transporte no Paraná

O pai, a mãe e o bebê nascido dentro do carro

Um bebê nasceu dentro de um carro de aplicativo de transporte nesta sexta-feira (21), no Paraná. A ocorrência foi em Londrina, na região norte do Estado.
O parto, na realidade, foi realizado dentro do carro, mas na frente do Hospital Evangélico de Londrina, para onde a mãe se encaminhava.
Segundo a assessoria do hospital, Desiree dos Santos, 20 anos, estava grávida de 40 semanas, começou a sentir dores nesta sexta e chamou um carro através de aplicativos de transporte para levá-la ao hospital. Contudo, ela entrou em trabalho de parto antes de chegar. O bebê, um menino, apontou antes da chegada. E a equipe médica optou por fazer o parto ali mesmo, no carro.
O hospital fez uma nota nas redes sociais sobre a situação inusitada, que fechou com final feliz. “Hoje o nosso príncipe Samuel veio ao mundo com muita pressa! O parto foi realizado dentro de carro na frente do HE Londrina e a corrida foi feita por um aplicativo. O motorista e a família estão felizes e comemorando por mais uma vida”, diz a nota.
Mãe e criança passam bem.

Receita apreende 808 quilos de cocaína em carga de bananas no Porto de Suape

Receita apreende 808 quilos de cocaína em carga de bananas no Porto de Suape

A maior apreensão de droga da história do complexo portuário de Suape, no Grande Recife (PE), foi realizada pela Receita Federal nesta sexta-feira (21), quando 808,2 quilos de cocaína foram encontrados em meio a uma carga de bananas.
O delegado da Alfândega, Carlos Eduardo Oliveira, relatou que fiscais vistoriavam três contêineres usados para exportar bananas para a Bélgica, por volta de 16 horas, quando um escâner apontou irregularidades em uma das cargas e, por causa disso, os agentes decidiram fazer uma inspeção mais minuciosa.
“Vimos que, em algumas caixas, havia tabletes da droga, até então não identificada. Não havia drogas em todas as caixas. O material estava muito bem embalado, em sacos plásticos e envolto em pó de café [na tentativa de despistar cães farejadores]. Esta foi a maior apreensão de cocaína da história do Porto de Suape”, afirmou Carlos Eduardo à reportagem do G1.

sábado, 22 de junho de 2019

Expresso Nordeste desativa linha de Rosário do Ivaí a Faxinal.




A partir de 24 de junho ficam desativados vários itinerários da empresa de transporte de passageiros Expresso Nordeste. No vale do Ivaí as linhas cortadas são: Apucarana à Ivaiporã /  Apucarana à Rio Bom / Rosário do Ivaí à Faxinal

As pessoas que usam esses itinerários para trabalhar ou outros fins, terão que buscar uma outra alternativa. O assunto deverá ser debatido na AMUVI – Associação de Municípios do Vale do Ivaí, que vai tentar reverter a decisão. As linhas de Campo Mourão à Goioerê; Goioerê à Mariluz e Cruzeiro D’oeste à Toledo também foram extintas. 

“Todas estes itinerários foram cancelados realmente e não serão mais executados pela Nordeste”, afirmou uma das funcionárias do escritório de Campo Mourão.

Huawei vendeu 100 milhões de celulares em 5 meses de 2019

Logotipo da Huawei na frente dos escritórios da companhia chinesa em Duesseldorf, na Alemanha. 18/2/2019.    REUTERS/Wolfgang Rattay

Apesar de todos os problemas com o governo dos Estados Unidos, o crescimento da Huawei é inegável. Depois de deixar a Apple para trás e se aproximar da Samsung como maior fabricante de celulares de mundo, a empresa chinesa informou que vendeu 100 milhões de smartphones em 2019 contando até o último dia do mês de maio.

A revelação dos números foi feita na China durante um evento de lançamento do novo celular da Huawei, o Nova 7, que usa o novo processador Kirin 810 de 7 nm. Apesar dos bons resultados, o banimento do governo americano pode custar caro - cerca de US$ 30 bilhões em receita da empresa. Além disso, apenas no último mês, as vendas da Huawei caíram 40% fora da China.

Ainda é difícil apontar qual vai ser o futuro da Huawei. Caso o boicote sobre a empresa seja mantido, o prejuízo pode comprometer a atividade da companhia fora do território chinês.

Glenn Greenwald, do Intercept, será ouvido na terça pela Câmara



O jornalista Glenn Greenwald, fundador do site The Intercept Brasil, comparecerá à Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados (CDHM) na terça-feira (25), às 15 horas, para debater com parlamentares as reportagens divulgadas sobre a Lava Jato.

O requerimento é de autoria dos deputados Camilo Capiberibe (PSB-AP), Carlos Veras (PT-PE), Márcio Jerry (PCdoB-MA) e Túlio Gadelha (PDT-PE).

O ministro da Justiça, Sérgio Moro, também foi convidado para prestar depoimento da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara. A sessão nesse colegiado, no entanto, está previsto para acontecer às 10 horas.

Suspeito de matar homem com 127 facadas é preso em Paiçandu

Jovem é encontrado morto com 127 facadas, em Paiçandu  — Foto: Reprodução/RPC

O suspeito de matar um jovem com 127 facadas foi preso na quarta-feira (19), em Paiçandu, no norte do Paraná. De acordo com as investigações, o crime foi motivado por uma dívida de drogas.

Conforme a polícia, a tatuagem que o suspeito, de 18 anos, tem na perna direita foi decisiva para identificá-lo. O outro suspeito, também de 18 anos, está foragido.

A vítima foi encontrada morta em uma estrada rural perto de uma plantação de milho, no início de maio. Segundo a polícia, a ação foi filmada pela dupla apontada como responsável pelo crime.

O laudo do Instituto Médico-Legal (IML) apontou que o jovem foi morto com 127 facadas.

Falso pastor diz que recebia “ordem de anjos” para cometer abusos



A Polícia Civil do Distrito Federal prendeu preventivamente, na última segunda-feira (17) um falso pastor que abusava de adolescentes. O homem de 36 anos usava o nome de Anjo Eric e tinha dado a si mesmo o título de “Pai”.
De acordo com informações da investigação que começou no início deste mês, o homem usava sua falsa posição de pastor para levar adolescentes para a casa dele e cometer os abusos sexuais.
O pastor da igreja em que o homem também pregava começou a achar o comportamento dele estranho e denunciou o suspeito.
Segundo a investigação, o falso pastor dizia que levaria os jovens para sua casa para “orar e cantar”, mas a situação mudava quando eles chegavam ao local.
A Polícia Civil confirmou ao menos cinco abusos, mas os investigadores suspeitam que tenham sido mais vítimas. Várias famílias levaram os filhos para serem ouvidos após saberem dos abusos que eram cometidos pelo homem.
Ainda de acordo com informações obtidas pela investigação, o falso pastor dava dinheiro, presentes e lanches para os adolescentes. Ele também oferecia videogame para os meninos, mas eles só poderiam jogar na casa dele.
As autoridades afirmam que o falso pastor alegou receber ordem de anjos para cometer os crimes. Por conta do trauma, algumas adolescentes passaram a mutilar os próprios corpos com lâminas de barbear. Uma delas chegou a pensar em se suicidar e escrever uma carta de despedida.

Dodge se manifesta contra anulação da condenação de Lula no STF

FILE - In this April 7, 2018 file photo, former Brazilian President Luiz Inacio Lula da Silva looks on before speaking to supporters outside the Metal Workers Union headquarters in Sao Bernardo do Campo, Brazil. With the electoral court expected to soon rule on whether da Silva can run for office in October’s election, the 238-page conviction, leveled in July 2017 by Brazil’s most famous judge, is getting renewed scrutiny, both in Brazil and abroad. (AP Photo/Andre Penner, File)

A procuradora-Geral da República, Raquel Dodge, encaminhou nesta sexta-feira (21) ao STF (Supremo Tribunal Federal) parecer contrário ao pedido do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para anular sua condenação no caso do tríplex de Guarujá.
Diálogos divulgados pelo site The Intercept Brasil envolvendo a atuação do ex-juiz e hoje ministro Sergio Moro (Justiça) fizeram a Segunda Turma do Supremo desengavetar um pedido de Lula pela anulação do processo que levou o petista à prisão em abril do ano passado.
A solicitação foi feita sob o argumento de que Moro não foi imparcial na análise do caso. O pedido foi reforçado por petição apresentada no dia 13 pela defesa de Lula. Eles dizem que as conversas de Moro e Deltan Dallagnol, coordenador da Lava Jato, revelam "completo rompimento da imparcialidade" do ex-juiz.
A ação está na pauta do STF de terça-feira (25), mas, conforme informou a coluna de Mônica Bergamo, na Folha de S.Paulo, há possibilidade de adiamento. A decisão deve ser tomada durante a sessão.

VAZAMENTOS

Nas conversas publicadas pelo site Intercept desde o dia 9, Moro sugere ao Ministério Público Federal trocar a ordem de fases da Lava Jato, cobra a realização de novas operações, dá conselhos e pistas e antecipa ao menos uma decisão judicial.
Além disso, o então juiz propõe aos procuradores uma ação contra o que chamou de "showzinho" da defesa do ex-presidente Lula e propõe à Lava Jato melhorar o desempenho de uma procuradora durante interrogatórios.

Após perder filha, pai cria programa que ajuda a alertar sobre os riscos de infecção generalizada

Em pouco mais de dois anos, robô que pai criou após perder filha ajuda salvar 10 pessoas por dia  — Foto: Divulgação/Assessoria de Imprensa robô Laura

Após perder a filha Laura recém-nascida, Jacson Fressatto criou um programa, em Curitiba, que ajuda a alertar sobre os riscos de infecção generalizada, a sepse. O software lê informações dos pacientes e emite alertas enviados a cada 3,8 segundos à equipe médica, com o objetivo de denunciar riscos e gerenciar o quadro dos que já apresentam deterioração.

Funcionando por meio de inteligência artificial, o programa também chamado de robô Laura, é responsável por ajudar a salvar, em média, dez vidas por dia, e já auxiliou mais de nove mil pessoas no Brasil, operando em seis hospitais.

O levantamento foi feito pelo cientista de dados, Felipe Barletta, de 39 anos, que é estatístico e mestre em Bioestatística pela Universidade Estadual de Maringá (UEM). Ele atestou os números em 822 dias de funcionamento da tecnologia. Confira o levantamento completo mais abaixo.

A dor

Em maio de 2010, a bebê Laura nasceu prematura em um hospital de Curitiba. Sobreviveu por 18 dias na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) neonatal e não resistiu à infecção.

O pai movido pela perda da filha criou o primeiro robô cognitivo gerenciador de riscos do mundo, que leva o nome dela como homenagem.

Servidores públicos temem congelamento de promoções

Servidores: categoria quer arquivar projeto

Além do reajuste salarial, os servidores públicos estaduais também miram com a greve marcada para começar a partir do próximo dia 25, um projeto do governo, que segundo os sindicatos do funcionalismo, pode congelar por tempo indeterminado o pagamento de promoções, progressões e outros benefícios da categoria. A proposta, encaminhada pelo Executivo à Assembleia Legislativa em abril, condiciona o pagamento desse benefícios ao aumento da arrecadação e da capacidade de investimento do Estado. Como o cenário econômico do País aponta para estagnação, na prática, segundo o Fórum da Entidades Sindicais (FES), os servidores ficariam sem qualquer possibilidade de não só de reposição salarial, mas também de avanço na carreira para os próximos anos.
De acordo com o projeto o pagamento dos benefícios aos servidores ficarão condicionados ao valor de investimento aplicado pelo Estado. Para não ter restrições, o índice precisa ser superior a 10% da arrecadação. Segundo o economista do FES, Cid Cordeiro, esse porcentual nunca teria sido atingido pelo Estado antes, o que indicaria que, se o projeto for aprovado, a aplicação das restrições serão imediatas.
Neste caso, a despesa total com pessoal ativo e inativo fica limitada a 80% da receita excedente. O economista alerta que essa condição seria insuficiente para pagar avanços na carreira e gratificações como o quinquênio. Se o projeto já estivesse em vigor, além de não receber a data-base, os servidores também teriam perdido o direito a promoções e progressões nos últimos anos, avaliam os sindicatos.
Caixa 
Em outro trecho, o projeto diz que se não houver “disponibilidade orçamentária e financeira para a despesa, atestado pelo órgão competente, a existência de vaga na classe ou nível superior”, o servido não terá direito à promoção, progressão ou avanço na carreira. O projeto também acaba com o pagamento de verbas indenizatórias, como o auxílio-transporte, para os servidores que estiverem afastados por motivo de saúde ou qualquer outro tipo de licença legal.
Atendendo pedido dos sindicatos, em abril o líder do governo na Assembleia, deputado Hussein Bakri (PSD), solicitou a suspensão da análise pelas comissões permanentes do Legislativo sobre o projeto. De acordo com o FES, porém, essa decisão pode ser revista a qualquer momento e o governo pode, inclusive, pedir que a proposta tramite em regime de urgência, para acelerar a votação. Os sindicatos defendem o arquivamento imediato do projeto.
Negociação 
A data-base do reajuste anual dos servidores públicos paranaenses vence em maio. Os funcionários do Executivo – que estão com os salários congelados desde 2016 e acumulam perdas de 17% - reivindicam a reposição da inflação dos últimos doze meses, de 4,94%.
Inicialmente, o governo sinalizou que não haveria nenhum reajuste, alegando que os gastos com pessoal já estão no limite da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) e que a situação da economia do País indica que não há perspectiva de aumento da arrecadação em 2019. Após os protestos da categoria no dia 29 de abril, o Executivo concordou em montar uma comissão com representantes dos sindicatos e parlamentares para discutir o assunto. Após oito rodadas, porém, as negociações não avançaram, e o governo não deu até agora uma resposta oficial ao funcionalismo. Os sindicatos, então, anunciaram greve a partir do próximo dia 25, caso não haja uma proposta concreta do Executivo, que prometeu apresentar uma posição oficial até essa data.