segunda-feira, 13 de julho de 2020

Polícia encontra corpo no lago em que Naya Rivera sumiu; corpo é da atriz, diz site



A polícia de Ventura, na Califórnia, encontrou um corpo no lago em que a atriz Naya Rivera desapareceu. A informação foi divulgada pela corporação nesta segunda-feira (13).

A atriz está desaparecida desde a última quarta-feira (8) após passeio de barco com o filho. A polícia deve dar mais informações ainda nesta segunda. Segundo o site TMZ, o corpo encontrado é de Naya.

Sonares, câmeras e mergulhadores foram utilizados no Lago Piru, onde ela foi vista pela última vez. Um vídeo mostrou como a visibilidade, de uma câmera controlada remotamente, é baixa a 30 pés de profundidade — cerca de 9,1 metros.

Naya Rivera, de 33 anos, participou de seis temporadas da série “Glee”. O filho da atriz, de 4 anos, está bem e, segundo a revista People, está na companhia do pai, Ryan Dorsey.

Segundo autoridades, há muitas árvores e detritos no fundo do lago, fazendo com que nadadores e mergulhadores se enroscassem com facilidade.

Histórico do desaparecimento de Naya

Naya alugou um barco por volta das 13h do dia 8 de julho, e saiu para navegar com o filho de 4 anos. Joey foi encontrado pela polícia dormindo na embarcação e informou para as autoridades que mãe não retornou ao barco após mergulho.

Na quinta (9), a polícia do condado de Ventura afirmou que acredita que a cantora e atriz tenha morrido em um “trágico acidente”.

As autoridades também divulgaram vídeo com imagens da atriz deixando o carro na companhia do filho e entrando na embarcação horas antes de sumir durante mergulho.

G1

No Paraná, Covid-19 mata duas vezes mais que acidentes de trânsito



Bem Paraná – O número de mortes causadas pela Covid-19 no Paraná é mais que o dobro do total de óbitos registrados em ocorrências de acidente de trânsito no estado desde o dia 24 de março, quando o governo paranaense decretou estado de calamidade pública por conta da pandemia de coronavírus.

O levantamento foi feito com base nos dados do Informe Epidemiológico do Coronavírus, divulgado diariamente pela Secretaria Estadual da Saúde (Sesa); e com base também nas informações do Sistema Digital de Dados Operacionais do Corpo de Bombeiros do Paraná (SYSBM-CCB), que traz atualização em tempo real de ocorrências atendidas pelo Siate.

Paciente com suspeita de coronavírus foge de hospital



A Polícia Militar (PM) foi chamada para atender uma ocorrência em que um paciente com sintomas de Covid-19 havia deixado o Hospital de Toledo sem os devidos protocolos.  
O homem procurou a unidade hospitalar, alegando estar com tosse seca e com perda de paladar e olfato, mas quando foi informado que estava sob suspeita de coronavírus, recusou-se a seguir os procedimentos necessários. 
Além do mais, o homem se negou a assinar o termo de consentimento informado pelo médico sobre a necessidade de um isolamento domiciliar e também não houve possibilidade de ser feito o teste RT-PCR, para apuração do Covid-19. 
De acordo com o relato de testemunhas do hospital, o paciente também fazia ameaças verbais e ofensas à médica, ao segurança, e aos funcionários.
O boletim de ocorrência foi efetuado pelo art. 268 do código penal - Infringir determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa: Pena - detenção, de um mês a um ano, e multa -, como também anexado cópia de prontuário de atendimento médico e termo de consentimento de isolamento (com a recusa de assinatura).
O homem deverá responder criminalmente pela situação. A ocorrência foi encaminhada ao órgão competente. 
Com informações; Catve.

ARAPONGAS - Pacientes com Covid têm nomes divulgados na cidade



Uma lista de pessoas que foram infectadas com o novo coronavírus em Arapongas, no norte do Paraná, está circulando na internet. Além do nome dos pacientes, a lista possui o endereço, telefone, data em que receberam o resultado e o posto de saúde onde foram atendidos. A Prefeitura de Arapongas determinou no sábado (11), por meio da Secretaria Municipal de Saúde, que seja aberto um processo administrativo para apurar e punir os responsáveis pela divulgação dos dados sigilosos.

A denúncia partiu de uma moradora da cidade que teve a Covid-19, de acordo com ela, uma amiga para a qual ela não havia revelado que tinha contraído a doença perguntou se ela já havia se recuperado, pois ela havia visto seu nome nesta lista. A Secretaria de Saúde de Arapongas pediu desculpas pelo ocorrido e afirmou que irá apurar os profissionais responsáveis pelo vazamento da lista, os quais podem ser responsabilizados administrativamente e criminalmente.

A Prefeitura de Arapongas, informou neste sábado (11/07) que mais 02 casos de coronavírus (Covid-19) foram confirmados na cidade, totalizando 521 casos.

Com informações do Bem Paraná

Facebook estuda a proibição de anúncios políticos durante a campanha eleitoral de 2020



O Facebook está considerando proibir a publicidade política em sua rede antes das eleições gerais de novembro, nos Estados Unidos, segundo duas pessoas com conhecimento das discussões, depois de enfrentar intensa pressão por permitir que o discurso de ódio e a desinformação floresçam em todo o site –as famosas fake news, notícias falsas, que também atormentam no Brasil.

No Brasil, que também realizará as eleições municipais em novembro, em decorrência do coronavírus, o impulsionamento pago e a compra de palavras-chaves serão permitidos nas redes sociais (veja abaixo).

A decisão ainda não foi finalizada, disseram as pessoas, que falaram sob condição de anonimato porque as discussões eram confidenciais, e a empresa poderia continuar com sua atual política de publicidade política.

As discussões sobre o potencial banimento de anúncios políticos ferveram desde o final do ano passado, disseram eles, enquanto os participantes avaliavam a ideia enquanto procuravam grupos políticos e candidatos à reeleição.

Mas a questão veio à tona nas últimas semanas, com as eleições de novembro se aproximando e à medida que o Facebook lida com o escrutínio intensivo sobre o conteúdo postado em sua plataforma.

O núcleo do debate é se a proibição de anúncios políticos ajudaria ou prejudicaria “dar voz aos usuários”, disseram as pessoas com conhecimento das discussões.

A interrupção dos anúncios pode sufocar o discurso de alguns grupos, disseram eles, embora permitir a exibição de anúncios políticos também permita mais informações erradas que podem privar os eleitores.

Um porta-voz do Facebook se recusou a comentar essa possibilidade de proibição de anúncios políticos. O Bloomberg News relatou anteriormente a possível mudança na política.

Se uma proibição de anúncios políticos acontecesse, seria uma reversão para o Facebook e seu principal executivo, Mark Zuckerberg. A rede social há muito tempo permite que políticos e partidos políticos exibam anúncios em toda a sua rede praticamente desmarcados, mesmo que esses anúncios contenham falsidades ou outras informações erradas.

Zuckerberg disse repetidamente que não iria policiar os anúncios de políticos e afirmou que a empresa não era um árbitro da verdade porque ele acredita na liberdade de expressão. Ele também disse que a remoção de anúncios políticos da rede poderia prejudicar candidatos menores e com menos votos que são menos bem financiados do que políticos de destaque nacional. A publicidade política representa uma quantidade insignificante da receita do Facebook, ele disse, portanto qualquer decisão não se baseará em considerações financeiras.

Mas essa abordagem sem interferência levou a uma intensa reação contra a rede social. Legisladores, grupos de direitos civis e funcionários do Facebook o atacaram por deixar o discurso de ódio e desinformação apodrecer em seu site.

No mês passado, a campanha presidencial de Biden disse que começaria a pedir a seus apoiadores que exigissem que o Facebook reforçasse suas regras contra desinformação. Mais recentemente, anunciantes como Unilever e Coca-Cola pararam sua publicidade na plataforma em protesto.

Caixa faz depósito de até R$ 1.045 do FGTS nesta segunda.

caixa tem

Os trabalhadores da iniciativa privada que têm Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) — e que fazem aniversário em março — terão o valor de até R$ 1.045 referente ao 'FGTS emergencial' creditado nesta segunda-feira (13) em contas poupanças sociais digitais abertas pela Caixa Econômica Federal .

A nova modalidade de saque do FGTS liberada pela Caixa Econômica Federal, que pretende beneficiar cerca de 60 milhões de brasileiros, terá duas etapas: depósitos em conta, que são automáticos, e os saques. A primeira delas começa nesta segunda para os trabalhadores nascidos em março.

O calendário de depósitos nas contas digitais seguirá até 21 de setembro, quando serão contemplados os nascidos em dezembro. A espera pelo saque em espécie do FGTS dito emergencial pode durar até cinco meses , já que aniversariantes do último mês do ano só poderão sacar os valores a partir de 14 de novembro.

Limitado a R$ 1.045 , o saque pode ser feito de contas inativas (trabalhos anteriores) ou ativa (atual emprego), mas, independentemente da quantidade de contas e o valor disponível, o teto a ser sacado por uma pessoa é um salário mínimo, R$ 1.045. A consulta ao saldo do FGTS já está disponível e pode ser feita em fgts.caixa.gov.br ou por meio da central telefônica 111.

MPRJ não diz quem entregou R$8,5 milhões em operação que prendeu Edmar Santos

MPRJ não diz quem entregou R$8,5 milhões em operação que prendeu Edmar Santos

Em uma segunda nota de esclarecimento publicada em menos de 24 horas, o Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) disse que foram entregues espontaneamente R$ 8,5 milhões em espécie apreendidos na fase da Operação Mercadores do Caos deflagrada. 

O MPRJ não revelou o nome do investigado que indicou a localização do montante, que chegou a ser atribuído ao ex-secretário estadual de Saúde Edmar Santos, preso por suspeita de envolvimento com o esquema que teria fraudado contratos para a compra dos respiradores para atender pacientes com covid-19 no estado do Rio.

De acordo com o MPRJ, foram apreendidos 7 milhões em reais. E o restante estava em moeda estrangeira (dólar, euro e libra esterlina).

Uma fonte que participou da operação chegou a repassar ontem à imprensa que pelo menos R$ 6 milhões haviam sido encontrados em uma casa de Edmar Santos em Itaipava, distrito do município de Petrópolis (região serrana). Na primeira nota de esclarecimento, na noite de ontem, o MPRJ atribuiu a apreensão como resultado da iniciativa de um dos investigados de indicar localização da vultosa quantia em dinheiro. E ainda afirmou que apenas R$ 5 mil tinham sido encontrados em um dos endereços de Edmar Santos.

A quantia milionária terminou de ser contada na madrugada de hoje (11) com a ajuda de máquinas emprestadas pelo Banco do Brasil, na presença do investigado e de seu advogado.

O MPRJ também conseguiu, na sexta-feira, o arresto judicial de R$ 36,9 milhões em bens do ex-secretário Edmar Santos, que seria o valor supostamente desviado em três contratos.

No início de maio, o ex-subsecretário executivo da pasta, Gabriell Neves, já tinha sido preso por suspeita de envolvimento no esquema. Dias depois, Edmar Santos foi exonerado do cargo.

Santos, que é oficial médico da Polícia Militar, foi encaminhado ainda ontem à Unidade Prisional da PM fluminense. 


(Com informações da Agência Brasil)

Universidade russa anuncia sucesso em testes de vacina contra Covid-19



“A Universidade Sechenov concluiu com sucesso os testes em voluntários da primeira vacina contra o coronavírus do mundo”, disse Vadim Tarasov, diretor do Instituto de Medicina e Biotecnologias.

Os pesquisadores observaram que os resultados em dois grupos de voluntários comprovam a segurança do medicamento. “A Universidade Sechenov concluiu com sucesso os testes em voluntários da primeira vacina contra o coronavírus do mundo”, disse Vadim Tarasov, diretor do Instituto de Medicina e Biotecnologias, à agência Sputnik.

O cientista confirmou que os membros do primeiro grupo de voluntários receberão alta no dia 15 de julho e os do segundo no dia 20 de julho. Aleksandr Lukashev, diretor do Instituto de Parasitologia e Doenças Tropicais e Transmissíveis da Universidade Sechenov, enfatizou a segurança da nova vacina.

“Esta etapa mostrou que a segurança da vacina […] está em pé de igualdade com a de outras vacinas no mercado”, disse ele.

Médica bolsonarista é afastada do Hospital Albert Einstein por citação nazista



A médica Nise YamaguChi, também conhecida como Doutora Cloroquina, foi afastada do Hospital Albert Einstein em São Paulo.

Ela defende o uso da Cloroquina para tratamento da Covid-19 e muita gente simpática ao bolsonarismo inferiu erroneamente que esse fosse o motivo do seu afastamento. Mas não foi.

O real motivo foi uma fala infeliz da médica. Ela disse: “Você acha que alguns poucos militares nazistas conseguiriam controlar aquela MASSA DE REBANHO de judeus famintos se não os submetessem diariamente a humilhações, humilhações, humilhações…”.