quarta-feira, 12 de junho de 2024

Homem é denunciado por estupro de vulnerável de oito meninos no PR


 




,










O Ministério Público do Paraná (MP-PR), por meio da Promotoria de Justiça de Santa Isabel do Ivaí, apresentou denúncia criminal contra um homem de 42 anos pela prática de estupro de vulnerável contra oito meninos, com idades que variam de 11 a 13 anos, além de violação sexual mediante fraude contra uma vítima de 14 anos.

O Judiciário já recebeu a ação penal, que vai tramitar perante a Vara Criminal da Comarca. Além da condenação pelos crimes, o MPPR requer do denunciado a reparação pelos danos materiais e morais causados às vítimas.

Segundo apurado no curso da investigação, o denunciado se aproveitava do emprego em uma loja de informática para atrair crianças e adolescentes, ofertando cursos e jogos eletrônicos, depois praticava chantagens e violência psicológica para convencer as vítimas a se submeterem a atos que atentavam contra a dignidade sexual.

Os fatos citados na denúncia teriam ocorrido entre os anos de 2011 e 2014 e entre 2021 e 2024 – também se teve notícia de uma situação ocorrida em 2002, já prescrita, e por conta disso não incluída na denúncia.

Em razão dos fatos recentes, foi requerida a prisão preventiva do então investigado para a garantia da ordem pública, a fim de evitar novas práticas delitivas, prisão que foi mantida com o recebimento da denúncia.

Além disso, também foi deferida medida de busca e apreensão contra o denunciado, que teve computadores apreendidos. Nesses equipamentos foi ainda verificada a existência de pornografia infantil, o que gerou uma segunda denúncia criminal por parte do Ministério Público, também já recebida pelo Poder Judiciário

Os dois processos tramitam sob sigilo. O crime de estupro de vulnerável está previsto no artigo 217-A do Código Penal e é tipificado por “ter conjunção carnal ou praticar outro ato libidinoso com menos de 14 anos”. 

A pena é de reclusão de 8 a 15 anos. O crime de violação sexual mediante fraude está previsto no artigo 215 do Código Penal e é tipificado por “ter conjunção carnal ou praticar outro ato libidinoso com alguém, mediante fraude ou outro meio que impeça ou dificulte a livre manifestação de vontade da vítima”. A pena é de reclusão de dois a seis anos.

Papa Francisco volta a dizer que há viadagem na Igreja Católica, diz imprensa


 













O papa Francisco voltou a usar o termo viadagem (frociaggine, no original em italiano) semanas depois de ter sido obrigado a se desculpar por ter dito a palavra em uma reunião a portas fechadas com bispos italianos, relatou nesta terça-feira (11) a agência de notícias italiana Ansa.

Enquanto conversava com padres de Roma, o pontífice teria dito que “existe um ar de viadagem no Vaticano” e repetiu que homens com “tendências homossexuais” não deveriam ter permissão de entrar para o seminário e se tornarem sacerdotes.

Em resposta, o Vaticano disse em nota que o papa reforçou a necessidade que pessoas LGBTQIA+ sejam acolhidas pela Igreja Católica ao mesmo tempo em que é preciso cautela para que elas não virem seminaristas.

Folha de S. Paulo

Vereador de Marilândia do Sul é feito refém por 9 horas durante roubo


 










Um vereador de Marilândia do Sul, norte do Paraná, foi feito refém por aproximadamente 9 horas durante o roubo de um veículo Volkswagen Saveiro. O parlamentar voltava de uma reunião, por volta das 21 horas da segunda-feira, quando foi surpreendido por três homens armados em uma estrada rural da cidade.

O trio fez com que a vítima parasse o carro e deu voz de assalto, dizendo que levaria a Saveiro. O vereador foi colocado dentro de um carro de cor escura, que ele acredita se tratar de um Ford Fiesta, e levado para um lugar desconhecido. Os bandidos cobriram a cabeça dele com um capuz e o mantiveram refém até às 6 horas da manhã desta terça-feira.

Após ser solto pelos criminosos, o vereador procurou o destacamento da Polícia Militar (PM) de Marilândia do Sul. Conforme o boletim de ocorrência, a Saveiro possuí seguro, porém não conta com rastreador. Os três bandidos fugiram e não foram encontrados pelas autoridades.

Como a “MP do Fim do Mundo” pode impactar gasolina, remédios e outros


 













A medida provisória editada pelo governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para compensar a desoneração da folha de pagamento tem gerado reação de setores da economia, que preveem impacto na produção e, consequentemente, no preço de alimentos, combustíveis, medicamentos e outros. O texto foi apelidado de “MP do Fim do Mundo“.

A proposta, que limita a compensação de créditos de PIS e Cofins, busca equilibrar o orçamento frente à manutenção da desoneração da folha para 17 setores da economia e de municípios. Segundo o Ministério da Fazenda, a MP pode render até R$ 29,2 bilhões neste ano, compensando as perdas na arrecadação provocada pela desoneração, estimada em R$ 26,3 bilhões.

A medida provisória seria uma forma de compensação e equilíbrio das contas públicas, uma vez que a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) determina que renúncias de receita sejam acompanhadas de uma fonte de compensação.

Mas a medida não foi bem recebida. Representantes da indústria, do comércio, do agronegócio, de distribuidoras de combustíveis e de setores da saúde criticaram a proposta. Conforme mostrou o Metrópoles, o Instituto Brasileiro do Petróleo e Gás (IBP) estima variação no preço da gasolina entre R$ 0,20 e R$ 0,36, e de R$ 0,10 a R$ 0,23 sobre o diesel.

Entidades da indústria farmacêutica criticaram a decisão do governo de revogar o ressarcimento em dinheiro de créditos presumidos do PIS e Cofins sobre a venda de produtos.

“Para produzir medicamentos, dispositivos médicos, equipamentos, desonerados do PIS e da Cofins, a indústria da saúde incorre em custos na compra de insumos que são adquiridos com o ônus do PIS e da Cofins”, explica a nota, assinada por 30 entidades do setor.

Luciano Nakabashi, professor do Departamento de Economia da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto (FEA-RP/USP), explica que os setores mais afetados serão aqueles que têm número maior de créditos a compensar, a exemplo do agronegócio e da indústria farmacêutica. Entretanto, o impacto deve ser sentido mais diretamente no caixa das empresas do que no bolso do consumidor.

“Num primeiro momento, a tendência é afetar mais o caixa das empresas do que o preço para o consumidor. Algum ou outro setor pode ter algum repasse [para o cidadão]. Claro, vai depender de setor para setor. Se a gente for pensar o [setor] agroexportador, o preço é dado pelo mercado internacional, então quem acaba absorvendo, principalmente, é o produtor ou aqueles agentes que estão envolvidos nessa cadeia produtiva”, ressalta.

Metrópoles

PF apreendeu jatinho e Porsche em operação contra advogado ligado ao PCC que atuou na defesa de Adélio


 











A Polícia Federal apreendeu um jatinho e um carro da marca Porsche em uma operação realizada para aprofundar suspeitas de lavagem de dinheiro envolvendo o advogado Fernando Magalhães, que atuou na defesa de Adélio Bispo, autor da facada no ex-presidente Jair Bolsonaro.

Os itens foram apreendidos porque há suspeitas de terem sido adquiridos com recursos de origem criminosa. O jatinho tem as iniciais de Fernando Magalhães na sua fuselagem e valor estimado em cerca de R$ 1 milhão.

A PF obteve indícios de que o advogado atuou na lavagem de dinheiro para a facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital), de valores provenientes do tráfico de drogas. A investigação aprofundou a análise de quebras de sigilo do advogado e concluiu que não existe nenhuma prova de que o PCC pagou pela defesa de Adélio Bispo. Fernando Magalhães foi um dos que defenderam Adélio à época do crime, mas não atua mais na defesa dele, que passou a ficar a cargo da Defensoria Pública da União.

De acordo com a conclusão da apuração, ele e outros advogados decidiram defender Adélio para buscar notoriedade pública. Por isso, a PF também pediu o arquivamento do inquérito que ainda apurava se existiria um mandante do atentado contra Jair Bolsonaro.

Porém, como identificou indícios de lavagem de dinheiro, a PF deflagrou a operação desta terça-feira. Foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão e ordens de bloqueio de bens no valor de R$ 260 milhões.

O advogado ainda não foi localizado para se manifestar.

Aguirre Talento – UOL

Alta do preço dos alimentos faz inflação subir pelo segundo mês seguido, afirma IBGE


 













A inflação oficial do país acelerou pelo segundo mês consecutivo e ficou em 0,46% em maio aponta o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). O IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) teve uma alta de 0,08 ponto percentual em relação a abril, quando variou 0,38%.

No ano, o IPCA acumula alta de 2,27% e, nos últimos 12 meses, de 3,93%, acima dos 3,69% observados nos 12 meses imediatamente anteriores. O teto da meta estabelecida pelo governo é de 3%, com tolerância de 1,5 ponto percentual para cima ou para baixo. Em maio de 2023, a variação foi de 0,23%.

Apesar de o grupo saúde e cuidados pessoais ter registrado a maior alta (0,69%), o maior impacto do mês passado foi puxado, sobretudo, por um avanço no grupo de alimentação e bebidas, que subiu 0,62% na comparação com abril. O impacto do segmento foi de 0,13 ponto percentual.

No grupo, chama a atenção a alta dos tubérculos, raízes e legumes (6,33%), com destaque para a batata-inglesa, com aumento de 20,61%, o maior impacto individual sobre o índice geral.

O gerente da pesquisa, André Almeida, observa que a mudança das safras é um dos fatores relacionados ao aumento do tubérculo. “Em maio, com a safra das águas na reta final e um início mais devagar da safra das secas, a oferta da batata ficou reduzida. Além disso, parte da produção foi afetada pelas fortes chuvas que atingiram o Rio Grande do Sul, que é uma das principais regiões produtoras”, explicou.

Dos nove grupos de produtos e serviços pesquisados, oito tiveram alta em maio. Depois de saúde e cuidados pessoais, os grupos que registraram os maiores impactos foram habitação (0,67%) e alimentação e bebidas (0,62%). Os demais grupos ficaram entre o -0,53% de artigos de residência e o 0,50% de vestuário.

INPC

O INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) — que considera o custo de vida das famílias com renda entre um e cinco salários mínimos — teve alta de 0,46% em maio, acima do resultado observado em abril (0,37%).

No ano, o INPC acumula alta de 2,42% e, nos últimos 12 meses, de 3,34%, acima dos 3,23% observados nos 12 meses imediatamente anteriores. Em maio de 2023, a taxa foi de 0,36%.

R7

STF mantém decisão que condenou Deltan a indenizar Lula em R$ 75 mil por power point


 











A Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) manteve, por unanimidade, a decisão da ministra Cármen Lúcia que condenou o ex-procurador da Lava Jato e ex-deputado federal Deltan Dallagnol a pagar R$ 75 mil em indenização ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Em março de 2022, a Quarta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) determinou que Deltan pagasse indenização a Lula por danos morais pela apresentação em “power point” em que o então procurador pontou o ex-presidente como comandante do esquema criminoso de desvio de dinheiro na Petrobras no caso do triplex, que foi arquivado após passar para a Justiça do DF .

A apresentação, usada durante uma entrevista coletiva em 2016, se tornou célebre por colocar Lula no centro de uma série de imputações atribuídas a ele. O caso chegou ao Supremo por meio de recursos apresentados pela Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR) e pela defesa de Deltan contra a decisão do STJ.

Em abril deste ano, a ministra Cármen Lúcia, do STF, manteve a decisão do STJ. Na decisão, tomada em 19 de abril, Cármen Lúcia afirmou que a decisão da Quarta Turma do STJ estava devidamente fundamentada, e que não caberia ao Supremo reexaminar provas.

Houve um novo recurso contra decisão da ministra Cármen Lúcia que rejeitou um pedido para anular a condenação. Os ministros analisaram o caso no plenário virtual. Relatora, a ministra Cármen Lúcia afirmou que tanto a ANPR quanto a defesa de Dallagnol não apresentaram fatos novos.O voto da relatora foi seguido por Flávio Dino, Alexandre de Moraes e Luiz Fux. Já o ministro Cristiano Zanin se declarou impedido para analisar o caso.

O Globo

Lula compra tapetes de sisal por R$ 71 mil para Planalto e Alvorada


 













O presidente Lula vai comprar 10 tapetes de sisal, em fibra natural, para as áreas de circulação e cerimônias nos palácios do Planalto e da Alvorada, onde fica a residência oficial. A aquisição vai custar R$ 71,3 mil, de acordo com o edital de licitação.

Entre as exigências, o edital estabelece que os tapetes sejam feitos em trama NJ, com bordas Lona Less ou Chenille, isto é, com bordado atoalhado, esponja ou ponto alto. As peças devem ser antiderrapantes com cores polar, caramelo e mel claro.

O estudo técnico elaborado para a compra dos tapetes argumenta que a escolha do sisal como matéria-prima dos tapetes presidenciais se deve à preocupação ambiental e à capacidade de isolamento acústico do material.

“Essa escolha se fundamentou nas vantagens que esse material proporciona para a natureza quando comparado à fibra sintética, pois são biodegradáveis. Além disso, proporciona uma ótima capacidade de isolamento acústico. Como os fios são mais densos, eles absorvem melhor o som no ambiente”, diz o estudo, que traz imagens específicas das fibras e cores esperadas de cada produto.

Paulo Cappelli – Metrópoles

Ministério da Fazenda estuda limitar a 2,5% crescimento real dos pisos de saúde e educação


 













O Ministério da Fazenda estuda propor a alteração das regras orçamentárias para saúde e educação de forma a aproximar o crescimento dessas despesas à lógica do arcabouço fiscal, que limita o conjunto dos gastos federais a uma alta real de até 2,5% ao ano.

De acordo com um integrante da equipe econômica, o crescimento real dos pisos passaria a ser limitado aos mesmos 2,5% previstos no arcabouço. Também estão em análise alterações nas regras de certos benefícios previdenciários, como o auxílio por incapacidade temporária (antigo auxílio-doença) —que passariam a ser desvinculados do salário mínimo.

As alterações são estudadas enquanto o governo é pressionado a apresentar medidas de equilíbrio fiscal pelo lado das despesas, após ter se dedicado por um ano e meio à busca por mais receitas. Além da pasta comandada por Fernando Haddad, o Ministério do Planejamento (comandado por Simone Tebet) está estudando iniciativas a serem apresentadas ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Folha de S. Paulo

STF forma maioria para municípios não proibirem linguagem neutra


 













O Supremo Tribunal Federal (STF) formou maioria pela suspensão de leis municipais em Águas Lindas (GO) e Ibirité (MG) que vetam o uso de linguagem neutra em escolas.

O ministro Alexandre de Moraes é o relator do caso, que foi votado no plenário virtual da corte. Moraes votou pela suspensão e foi seguido pela maioria dos votantes.

O julgamento, acumula nove votos pela suspensão. Faltam os votos de Nunes Marques e André Mendonça.

Ao abordar o caso de Ibirité, Moraes afirmou que a proibição sobre a fere a “garantia da liberdade de expressão”.

O ministro Cristiano Zanin acompanhou Moraes, mas pontuou que a linguagem neutra não condiz com a norma da Língua Portuguesa. “É preciso respeitar o corpo normativo vigente ao menos em documentos educacionais e oficiais de instituições de ensino.”

Metrópoles

terça-feira, 11 de junho de 2024

Homem é preso após agredir a própria mãe e expulsá-la de casa em Ivaiporã.

 


Na noite de segunda-feira (10), por volta das 19 horas, uma equipe RPA da 6ª Companhia Independente da PM prendeu um homem por agressão contra a própria mãe no Jardim Nova Porã, em Ivaiporã.


A vítima, bastante nervosa e com escoriações no antebraço e cotovelo direito, acionou a equipe durante uma patrulha pela Rua Durvalina Maria de Jesus.

A mulher relatou que foi agredida pelo filho e expulsa de casa. Ela ainda disse que as agressões, tanto físicas quanto psicológicas, são recorrentes.


Diante das informações e das lesões aparentes, a equipe da RPA se dirigiu à residência do agressor, onde o prendeu e o encaminhou para a UPA 24h para exame de leões corporais.

Posteriormente, o homem foi levado à Central de Flagrantes da Polícia Civil para os procedimentos cabíveis.

Porsche de R$ 1 milhão é incendiado após discussão em festa no Paraná














Durante uma festa em uma chácara de Umuarama, no noroeste do Paraná, um Porsche Carrera – avaliado em cerca de R$ 1 milhão – pegou fogo na madrugada de domingo (9), por volta das 3h. As chamas também atingiram um SUV Volvo XC60. O incêndio foi controlado por uma equipe do Corpo de Bombeiros.

Um vídeo registrado por populares mostra o fogo consumindo o veículo de luxo e se alastrando ao Volvo, que estava parado ao lado. Os bombeiros de Umuarama se deslocaram ao local um caminhão ABTR e combateram as chamas. O Porshe ficou completamente destruído e o outro veículo parcialmente danificado.

De acordo com a Polícia Militar (PM), o incêndio pode ter sido criminoso. A corporação informou que não conseguiu confirmar a autoria do crime, que ocorreu durante um evento particular em uma propriedade na Estrada Jaborandi, mas testemunhas disseram que o caso aconteceu após uma discussão na festa.

Um boletim de ocorrências foi registrado e a polícia deve investigar a autoria do incêndio.

Dinheiro ‘esquecido’: PF não sabe o que fazer com fortuna apreendida com aliado de Lira


 











A Polícia Federal (PF) está há quase nove meses sem conseguir cumprir uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que determinou a devolução de todos os bens apreendidos em uma operação sobre aliados do presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), por suspeitas de desvios de verbas do Fundo Nacional do Desenvolvimento da Educação (FNDE) em Alagoas.

Estão sem destino R$ 4 milhões encontrados no cofre da empresa de um aliado de Lira e que, em tese, deveriam ser devolvidos ao dono, depois que o ministro Gilmar Mendes anulou a operação e mandou destruir todas as provas produzidas pela PF no caso que ficou conhecido como dos “kits robótica”.

O dinheiro está depositado em uma conta judicial desde setembro do ano passado e até agora não apareceu ninguém para reivindicá-lo. Para policiais federais ouvidos pela equipe do blog, isso acontece porque os envolvidos no caso não tem como comprovar a origem dos valores.

Os milhões foram encontrados dentro de um cofre em uma propriedade do policial civil e empresário Murilo Sergio Jucá Nogueira Junior, de 45 anos, durante a operação Hefesto, realizada em junho de 2023.

Segundo a prestação de contas do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Junior doou R$ 4 mil para Lira nas eleições de 2022 e recebeu o mesmo valor por ceder uma picape Toyota Hilux para sua campanha.

Malu Gaspar – O Globo

Recorde: BC registra 206,8 milhões de transações por Pix em um único dia


 












O Banco Central registrou 206,8 milhões de transações feitas via Pix em um só dia e atingiu um novo recorde de movimentação diária pela modalidade. O valor total transferido também foi recorde em R$ 90,9 bilhões.

Segundo os dados da autoridade monetária informados nesta segunda-feira (10), o número de transações ultrapassou o recorde anterior de 201,6 milhões de transações ocorrido em abril deste ano.

De acordo com o BC, considerando o movimento da última quinta-feira (6), pela primeira vez foram realizados mais de 400 milhões de Pix num intervalo de 48 horas.

“Os números são mais uma demonstração da importância do Pix como infraestrutura digital pública, para a promoção da inclusão financeira, da inovação e da concorrência na prestação de serviços de pagamentos no Brasil”, diz o BC em nota.

CNN

Percentual de famílias endividadas no Brasil tem maior nível desde 2022; índice é de 78,8%


 













O percentual de famílias endividadas no Brasil subiu pelo terceiro mês consecutivo e atingiu 78,8% em maio deste ano. Em abril, a taxa era de 78,5%, enquanto que, em maio de 2023, a proporção de endividados era de 78,3%. Os dados são da Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

Com o resultado de maio, no Rio de Janeiro pela CNC, o percentual de famílias com dívidas no país atingiu o maior patamar desde novembro de 2022. A pesquisa considera endividados aqueles que possuem qualquer dívida, ainda que ela não esteja em atraso, como, por exemplo, compras no cartão de crédito ou financiamentos.

Para a CNC, o dado mostra que as famílias continuam aumentando sua demanda por crédito, aproveitando o menor custo com os juros. A meta da taxa básica de juros (Selic) vem caindo a cada reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), desde agosto do ano passado (quando recuou de 13,75% para 13,25%). Atualmente, está em 10,50%.

O percentual de famílias que se consideram muito endividadas chegou a 17,8% em maio último, acima dos 17,2% de abril.

Já as pessoas com dívidas ou contas em atraso são consideradas inadimplentes. O percentual de inadimplência entre as famílias brasileiras ficou em 28,6% em maio deste ano, o mesmo nível de abril, mas abaixo dos 29,1% de maio do ano passado.

Entre o total de famílias, aquelas que não terão condições de pagar suas dívidas, o percentual ficou em 12% em maio, abaixo dos 12,1% do mês anterior, mas acima dos 11,8% de maio de 2023.

Dívidas

Entre os fatores de endividamento das famílias destacam-se o cartão de crédito, (86,9% dos casos), os carnês (16,2%) e o crédito pessoal (9,8%). Um dos destaques positivos foi o cheque especial, que estava presente nas dívidas de apenas 3,9% das famílias, o menor percentual desde o início da pesquisa em 2010.

A previsão da CNC é que o percentual de endividados siga crescendo até dezembro, quando deverá atingir a parcela de 80,4%.

Agência Brasil

Eleições Eleição pode ter 2º turno em mais de 100 cidades e, pela 1ª vez, em todas as capitais


 













As eleições de 2024 serão marcadas por um fato inédito no país: pela primeira vez, uma eleição municipal terá mais de 100 cidades que superarão os 200 mil eleitores, o que as fará escolher seus futuros prefeitos com a opção de dois turnos.

Segundo os dados de eleitorado disponíveis no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) até abril, serão 102 municípios aptos a realizar a segunda rodada deste ano. Este número vem crescendo desde 1996, último dado que a Justiça Eleitoral possui, quando eram 47 as cidades que decidiam quem os representaria em duas idas à urna.

Em 2020, última eleição local do país, foram 95 os locais em que os eleitores tiveram dois turnos.

Além disso, pela primeira vez todas as capitais brasileiras terão segundo turno. No ano passado, a única que ficou de fora foi Palmas, que em 2020 registrou cerca de 180 mil eleitores, e agora, segundo os dados da corte eleitoral, tem 207 mil.

Folha de S. Paulo

Lula pede a Lira e Pacheco que evitem dar prioridade a projetos que ‘atiçam a intolerância’


 














O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) pediu aos presidentes Rodrigo Pacheco (Senado) e Arthur Lira (Câmara), e aos líderes do governo, que priorizem temas econômicos e sociais, em vez de pautarem projetos que “aticem a intolerância”.

A informação foi dada pelo ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, em entrevista após reunião de Lula com líderes nesta segunda-feira (10).

Padilha foi questionado sobre a apreciação de projetos na Câmara que tratam da criminalização do aborto e de delações premiadas. “Consideramos que projetos do aborto e delação premiada não deveriam estar no centro das pautas”, disse.

Segundo ele, o “governo vai entrar em campo” para que outras pautas estejam na agenda. “O governo vai entrar em campo para que a pauta da Câmara não seja projetos que aticem a beligerância e a violência política, para que a centralidade seja nos temas econômicos e sociais, ao invés de colocar projetos que só atiçam a intolerância”, disse. “O governo trabalha para que esse tema não seja o central na Câmara.”

Para o ministro, “a pauta da Câmara deveria se dedicar se concentrar naquilo que são os projetos que o governo defende, os projetos econômicos e sociais”. Entre os temas que o governo requer prioridade na Câmara, disse ele, está a Medida Provisória que cria o programa Acredita, cuja comissão mista ainda não foi instalada, conforme ressaltou.

Fonte: Portal 98Fm

Lula se reúne com reitores de universidades e institutos; servidores pressionam em greve


 















O presidente Luiz Inácio Lula da Silva se reúniu com reitores de universidades e institutos federais. Os servidores públicos pressionam o governo federal em greve que já ultrapassa mais de 50 dias e, entre as reivindicações, estão aumento salarial e mudanças na progressão de carreira. Uma das opções avaliadas pela gestão petista é de aumento no orçamento das instituições educacionais, além de obras via PAC (Programa de Aceleração do Crescimento).

A reunião está prevista para ocorrer às 9h, no Palácio do Planalto, em Brasília. O encontro estava previsto inicialmente para ocorrer no último dia 5, mas foi cancelado em função da viagem de Lula para o Rio Grande do Sul, devastado por chuvas e enchentes desde o fim de abril. Tratou-se da quarta viagem do presidente ao estado, onde anunciou medidas voltadas para os trabalhadores. Em relação aos reitores, é a segunda reunião, sendo a primeira realizada em 2023.

Agora, Lula vai se discutir pessoalmente a greve e a situação das instituições educacionais com os reitores. A reunião vai contar também com a participação dos ministros Rui Costa (Casa Civil), Camilo Santana (Educação) e Luciana Santos (Ciência, Tecnologia e Inovação). Atualmente, cerca de 62 universidades federais estão em greve em todo o país.

R7






Após derrota em votação do Parlamento Europeu, Macron dissolve Assembleia Nacional e antecipa eleições


 













O presidente da França, Emmanuel Macron (foto), anunciou a dissolução da Assembleia Nacional após seu partido sofrer um forte revés no pleito do Parlamento Europeu.

“Decidi devolver-lhes a escolha do futuro parlamentar”, afirmou o presidente francês, acrescentando: “Esta decisão é séria, pesada mas acima de tudo é um ato de confiança”.

Macron convocou legislativas antecipadas para 30 de junho e 7 de julho.

 anúncio foi feito depois de as primeiras projeções da imprensa francesa indicarem que o Reunião Nacional, liderado por Marine Le Pen e Jordan Bardella, obteve 31,5%, quase um terço do total. O resultado representa mais do dobro dos votos previstos para a legenda de Macron, com 15,2%.

Durante discurso, o presidente francês afirmou que o resultado “não é bom para os partidos que defendem a Europa”.

Já Marine Le Pen classificou a vitória de seu partido como um acontecimento “histórico”.

“Estamos prontos para assumir o poder se os franceses nos derem a sua confiança nas próximas eleições nacionais”, disse Le Pen.

O Antagonista

segunda-feira, 10 de junho de 2024

Morre aos 49 anos o vereador de Pitanga Eliseu Latczuk


 












O vereador Eliseu Latczuk, de 49 anos, faleceu na tarde deste domingo (9). Filiado ao Republicanos, ele estava em seu segundo mandato em Pitanga, região central do Paraná. Eliseu estava licenciado do cargo por problemas de saúde.

Eliseu Latczuk era uma figura conhecida e querida na cidade. Sua atuação na Câmara de Vereadores marcou sua trajetória política. Ele sempre buscou melhorias para a comunidade, ao longo de seu mandato realizou 183 indicações, 16 moções, 25 requerimentos, oito pedidos de informação e nove projetos de lei ordinária.

A notícia de seu falecimento causou comoção entre os moradores de Pitanga, que lamentam a perda de um representante dedicado e ativo.

A família de Eliseu informou que o velório será realizado na Câmara de Vereadores de Pitanga. 

O horário ainda será definido.

Dupla armada rende frentista e rouba posto de combustível na PR-444
















Um frentista foi vítima de roubo enquanto trabalhava em um posto de combustíveis localizado na PR-444, em Arapongas, durante a madrugada desta segunda-feira (10). Dois homens em uma motocicleta renderam o trabalhador e roubaram dinheiro.

O crime aconteceu por volta das 03 horas da madrugada, quando o frentista estava sozinho no estabelecimento. A dupla chegou no posto em uma moto vermelha e anunciou o roubo dizendo “a casa caiu”. Um dos bandidos estava armado com um revólver e manteve a arma apontada para a vítima durante toda a ação criminosa.

Os ladrões furtaram todo o dinheiro que estava no caixa e também uma certa quantia que estava em um container. O valor exato não foi divulgado no boletim de ocorrência da Polícia Militar (PM). Após o crime, os suspeitos fugiram e não haviam sido localizados até esta publicação.

Conforme imagens de câmeras de segurança, um dos criminosos usava calça jeans, uma blusa preta e um capacete laranja. O comparsa estava com a roupa inteira de cor preta, assim como o capacete, além de uma mochila azul.

Brasil registra média de 494 denúncias de violência contra idosos por dia


 












Em cinco meses, 74.239 denúncias foram feitas por violência contra idosos no Brasil, segundo dados do Ministério dos Direitos Humanos e Cidadania que consideram o período entre janeiro e maio deste ano. O índice, que representa média de 494 casos por dia, ocupa o segundo lugar no ranking das denúncias, ficando atrás apenas de violência contra crianças e adolescentes. São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul lideram a lista.

O levantamento inclui ainda o cenário nacional das denúncias feitas pela Ouvidoria Nacional dos Direitos Humanos, que registrou 275 mil casos entre 1° de janeiro e 3 de junho. As principais violações são relacionadas a integridade da vítima, direitos sociais, liberdade e igualdade.

Das denúncias realizadas nos cinco primeiros meses desse ano, a violência contra idosos representa 23,45% do total. O número aponta um crescimento de 38% em relação ao mesmo período do ano passado, quando 53.423 queixas foram feitas.

R7

Inclusão de 4,6 milhões de jovens ‘nem-nem’ poderia impulsionar R$ 159,6 bilhões na economia brasileira


 












A inclusão dos 4,6 milhões de jovens entre 14 e 24 anos que não trabalham nem procuram emprego poderia aumentar a economia brasileira em aproximadamente R$ 159,6 bilhões por ano, segundo levantamento do R7. Renan Pieri, professor de economia da FGV EAESP, explicou que a entrada dos jovens nem-nem no mercado de trabalho teria impactos econômicos positivos a médio e longo prazo.

“Primeiramente, haverá um aumento da massa salarial e do volume de recursos circulando, especialmente em famílias de renda mais baixa. Isso potencializa o consumo, gera demanda por produtos e serviços e, pelo efeito multiplicador da economia, acaba aumentando o PIB”, afirmou.

O economista ainda explicou que a inclusão desses jovens no mercado de trabalho permite a redução de gastos com transferências sociais, que fazem parte da nossa rede de Seguridade Social. Além disso, ao incluir mais pessoas no mercado de trabalho, há melhorias em outros indicadores sociais, como a diminuição da violência e da desigualdade.

“No entanto, a inclusão produtiva enfrenta dificuldades, pois os setores econômicos e as ocupações são segmentados. Isso significa que não é possível simplesmente inserir esses jovens em diversas ocupações do mercado de trabalho, como no setor industrial, onde algumas ocupações demandam qualificações específicas.”

Em relação ao mesmo trimestre de 2023, quando havia 4,8 milhões de jovens nessa condição, houve uma redução de 0,95% de acordo com um levantamento do Ministério do Trabalho e Emprego.

Com base nas informações da PNAD Contínua do IBGE, o levantamento mostra que a taxa de participação dos jovens no mercado de trabalho ainda não retornou ao patamar de 2019, quando era de 52,7% no primeiro trimestre daquele ano.

R7

Brasil tem 72 facções criminosas ligadas ao narcotráfico, diz estudo


 













Existem 72 diferentes facções criminosas vinculadas ao narcotráfico, de acordo com o levantamento do Fórum Brasileiro de Segurança Pública e da Esfera Brasil, divulgado no segundo dia do Fórum Esfera, em Guarujá (SP).

A pesquisa ainda afirma que duas dessas facções têm atuação transnacional, com características de holdings do crime.

A estimativa é de que, se toda a cocaína que passa pelo Brasil fosse exportada para a Europa, o faturamento das organizações criminosas seria da ordem de US$ 65,7 bilhões — a nível de comparação esse valor é o equivalente a 4% do PIB brasileiro de 2021.

O estudo completo deve ser lançado pela Esfera em evento na véspera do 12º Fórum Jurídico de Lisboa, que acontece entre os dias 26 e 28 de junho, em Portugal.

Os dados antecipados trazem um mapa com fluxos de entrada e saída do Brasil de ao menos 20 transações ilegais, incluindo tráfico de pessoas, de drogas, de cigarro, ouro, diamante, defensivos agrícolas, armas e madeira.

Esse fluxo demonstra a grande diversidade das atividades econômicas impactadas pelo crime, segundo o estudo.

A pesquisa também mostra que, apesar de o Brasil ter mais de 1.500 diferentes instituições de segurança pública previstas na Constituição, não há coordenação federativa capaz, técnica e juridicamente, de integrar informações e otimizar o combate ao crime organizado.

CNN Brasil

Após repercussão negativa, PEC das Praias submerge no Senado


 













A Proposta de Emenda Constitucional (PEC) nº 3, de 2022, que ficou conhecida como PEC das Praias, deve ficar paralisada no Senado Federal pelos próximos meses, depois da repercussão negativa e o debate polarizado sobre o tema. A avaliação de líderes partidários é que a proposta precisa ser mais amadurecida e debatida.

Se discute a possibilidade de fazer uma sessão de debates no plenário sobre o tema, a fim de esclarecer pontos que causam discussão nas redes sociais. Um requerimento de autoria do senador Jorge Kajuru (PSB-GO) solicitando a sessão, ainda sem data definida, foi aprovado na última semana. O tema tomou as redes sociais depois de uma audiência pública na Casa Alta a respeito da PEC.

A atriz Luana Piovani se manifestou contra a matéria e criticou o jogador de futebol Neymar pela parceria com uma incorporadora para construção de empreendimentos de luxo na costa brasileira. O atleta respondeu a atriz, e o debate ganhou musculatura virtualmente.

A PEC de autoria do ex-deputado federal Arnaldo Jordy (Cidadania-PA), se promulgada, revogaria um trecho da Constituição e autorizaria a transferência dos territórios de marinha, de forma gratuita, para habitações de interesse social e para Estados e municípios, onde há instalações de serviços.

Metrópoles